Agronegócio e Abastecimento | http://abastecimento.jundiai.sp.gov.br
 

A Feira Livre

A palavra feira se origina do latim “feria”, que significa dia santo ou feriado, no início as pessoas ou fiéis, aproveitavam as festas religiosas para se reunirem e trocarem mercadorias.

Nas feiras livres há quem observe, pechinche ou busque algo especifico, tornando tradição frequentar a feira semanalmente, transformando a rotina e criando laços afetivos, proporcionando aos clientes e feirantes histórias de identidade com o local e boas lembranças de fatos ali ocorridos.

A feira livre tem caráter diversificado, onde circulam pessoas de todos os tipos, gêneros, origem e classes econômicas, distribuídas por toda a cidade nos mais diversos bairros, ela abrange desde o pequeno produtor ao grande distribuidor de alimentos, do prestador de serviços ao vendedor de roupas, dos produtos manufaturados aos alimentos preparados na hora, mantendo assim seu público fiel, ante a grande diversidade de mercadorias dispostas à venda garantindo a livre concorrência, oferecendo aos frequentadores qualidade nas mercadorias e bom preço.

Devido as mais diversas necessidades dos clientes, as feiras de Jundiaí se dividem em:

  • Feiras livres diurnas;
  • Feiras noturnas;
  • Feira do produtor rural;
  • Feiras orgânicas.

E desta forma, atendendo toda a demanda do Município, oferecendo a população em geral oportunidades de adquirir produtos diversificados, de qualidade e de valor acessível, se adequando com a rotina de cada um.